Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Hapkido no BRASIL

Alguns professores coreanos chegaram aos Estados Unidos no começo da década de 60 para ensinar o Hapkido. Entretanto, o Hapkido teve seu primeiro grande contato com o Ocidente no momento em que a Korea Hapkido Association enviou quinze de seus membros a Guerra do Vietnã para uma demonstração à tropas coreanas, americanas e vietnamitas do sul. Diante desse contato, professores coreanos como Mestre Lim (BA) que formou o primeiro faixa preta na Bahia, Ricardo Nery, chegaram ao Brasil no final da década de 60. Contudo, o sistema coreano introduzido na Bahia foi o KUK SOOL WON, uma outra arte marcial criada pelo Mestre In Hyuk Suh que havia treinado o Hapkido.

 

Logo após Mestre Kang Byung Hak chegou em São Paulo. Em 1971 chega oficialmente em São Paulo o Grão Mestre Park Sung Jae, representando a Korea Hapkido Association. Em 1977, o Mestre Yun Sik Kim representante da escola BUM MOO HAPKIDO. Alguns praticantes continuam trabalhando com o estilo dos Mestres citados, embora estes não dêem supervisão integral, com exceção do Grão-mestre Park Sung Jae - São Paulo. GM Park Sung Jae chega ao Brasil em 6 de Março de 1972.

 

Muita gente pensa que ele foi convidado pelo exército brasileiro, mas na verdade ele chegou no Brasil sem nenhum convite especial. O que aconteceu é que ele procurou o alto comando do exército e se ofereceu para ensinar os militares brasileiros. Para convencer o alto comando de suas qualidades técnicas foi preparado uma demonstração em um ginásio do exército em Quitaúna e nela o GM Park Sung Jae solicitou aos presentes que o atacassem. De forma surpreendente o GM Park Sung Jae dominou todos que o atacaram o os colocou no chão.

Park Sun Jae

GM Park Sung Jae agiu tão rápido que o coronel presente pediu para que ele repetisse a ação, porém aqueles que sofreram os ataques se recusaram a repetir em função dos fortes golpes que já haviam sofrido. A partir de então o GM Park Sung Jae foi aceito e passou a treinar uma equipe do exército brasileiro. Em homenagem ao Hapkido e ao GM Park Sung Jae pelo seu esforço e dedicação ao ensino dos militares brasileiros foi erguido um monumento dentro do quartel do exército.

 

Com a vinda do GM Park Sung Jae para o Brasil, seu irmão mestre Park Kyu Jae passou a tomar conta das academias na Coréia. Atualmente GM Park Sung Jae continua ensinando o Hapkido, em aulas paparticulares para um grupo seleto de mestres faixas pretas e também ainda esta apresentando seminários no exterior e no Brasil.